05 setembro, 2006

Gripe das Aves Vs HIV

Hoje, porque não estou nada inspirado, fica um texto que escrevi há algum tempo (Dia 11 de Dezembro de 2005)... na altura em que se falava da Gripe das Aves e que acho que nos obriga a pensar um pouco...



Vou tentar estabelecer uma comparação entre a pandemia do HIV e a pandemia que se avizinha, ou não, da gripe das aves! Vou estabelecer uma relação entre as duas, demonstrar as preocupações que se fazem sentir e vou também fazer algumas contas!Vou chegar a uma conclusão formidável…Estamos a agir mal!

Para começar…
A pandemia da gripe das aves não é ainda uma realidade, contudo transformou-se numa pandemia social ou talvez numa pseudo-pandemia. O alarmismo, o medo, o condicionalismo das pessoas… tudo sintomas que me levam a dizer que a pandemia social que se criou a propósito da gripe das aves é uma forma de terrorismo grave que não esclarece nada nem ninguém. Conseguimos com tudo isto o efeito contrário ao desejado. A preocupação e o alarmismo levaram a ter como certa essa pandemia e provavelmente como certa a morte de milhões de pessoas!
Por outro lado, a pandemia da sida, não é como a pseudo-pandemia da gripe das aves nem parece ser uma pandemia de alarmismo social. A sida existe, contamina, dissemina-se, destrói e mata! E socialmente parece que nada existe! Onde está a lógica de tudo isto? Em lado nenhum… Sentimos receio por aquilo que há-de vir, hipoteticamente, mas não sentimos receito de uma coisa que existe há muitos anos que mata de uma forma lenta, dolorosa e sub humana, que está escondida em milhares de pessoas podendo transmitir-se silenciosamente!
Prevê-se que a gripe das aves o famoso H5N1 mate o mesmo número de pessoas que a gripe espanhola de 1918 matou, ou seja, de 20 a 100 milhões de pessoas! Uma catástrofe certamente! A mutação do vírus H5N1 poderá ter estes efeitos no mundo, contudo, existem medidas preventivas que devem ser conhecidas de todos, como forma de evitar esta catástrofe.
Não minimizo nem desprezo os efeitos que a mutação deste vírus poderá ter no mundo e no nosso pais, não desprezo a maior preocupação dos cientistas, a transmissão do H5N1 ou outra estripe deste vírus por via aérea entre humanos. Estou preocupado como todos devemos estar, mas tento estar normalmente informado!Do outro lado temos o HIV que matou no ano de 2000, números da OMS, cerca de 153 mil pessoas!
No final de 1999 tinham morrido no mundo 12,7 milhões de pessoas por HIV (não se morre por HIV, mas por patologias associadas). Nesse mesmo ano a OMS estimou que cerca de 30 milhões de pessoas foram contaminadas com HIV, estando apenas diagnosticados desses 30 milhões de casos cerca de 3 milhões.
Actualmente pensa-se que existe no mundo cerca de 33,6 milhões de pessoas infectadas pelo HIV.
Desde o ano de 1981 (ano de inicio da pandemia) já morreram no mundo cerca de 16,3 milhões de pessoas.No continente Africano vivem 800 milhões de pessoas e é neste continente que os números são mais expressivos e onde consequentemente a situação é muito, muito grave.

Vamos a factos!
Em 1995 cerca de 32% da população que vive no continente africano estava infectada com HIV, em 1996 a taxa de incidência de HIV era de 59% da população total, actualmente situa-se nos 63% de toda a população africana. Esta tendência de subida do vírus no continente africano contínua a aumentar… alguns comentadores falam que este continente será devastado pelo HIV e terá de ser novamente repovoado! Tendo em conta que o continente Africo é o 3º maior do mundo em termos populacionais… a situação não é grave, é gravíssima!

Vamos a contas…
Ora, já morreram por HIV cerca de 25 milhões de pessoas.Estão contaminadas cerca de 33,6 milhões de pessoas, que mais tarde ou mais cedo vão morrer… 25+33,6= 58,6 milhões de pessoas! Tendo em conta que todos os dias aparecem 16 mil novos casos, vamos considerar que o ano de 2006 tem 365 dias e multiplicar 16 por 365! O resultado é de: 5840000, ou seja, aproximadamente 6 milhões de pessoas.Vamos também ter em conta que essas 6 milhões de pessoas vão morrer, uma vez que ainda não há vacinação contra o HIV. Somando 58,6 milhões + 6 milhões, dá um total global de 64,6 milhões de mortos até ao ano de 2006/2007!

Comparação…
Prevê-se que morram de 2 a 100 milhões de pessoas com a pandemia da gripe das aves em 2006, caso o H5N1 sofra uma mutação, mas até 2007 vão morrer COM TODA A CERTEZA E RIGOR CIENTIFICO cerca de 55.6 milhões de pessoas (não considerando o efeito multiplicador de contágio) e ninguém parece muito preocupado!O número todos anos será maior e ultrapassará o numero de mortes máximo previsto para a pandemia da gripe das aves em 2012!Será isto lógico? Será lógico que as televisões, os jornais, os comentadores se preocupem com esta pandemia que poderá vir, e não com esta QUE EXISTE E QUE PARECE SER IMPOSSIVEL DETRAVAR?Meus senhores acordem, gastem dinheiro que é nosso, que é de todos e que merece ser aplicado no combate na prevenção desta doença… ninguém esta livre dela, todos somos grupos de risco!
Só pensamos nisso quando nos acontece, exigimos depois de nos acontecer! Tarde de mais… é o momento de exigir mais e melhor de quem manda e de quem lidera! Seja em Portugal, na Europa ou no mundo!

Não quero com isto tudo dizer que chega de gripe das aves, quero com isto tudo dizer que chega de nos contentarmos com uma noticia que nos diz que começaram a ser testadas as vacinas para a Sida, que chega de ficarmos com penas de nós quando saem noticias que dizem que Portugal é dos piores países em termos de HIV, chega de nos preocuparmos com os outro e de pensarmos só acontece aos outros… sim porque os outros um dia podemos ser nós!

Que dizem??? Assustador... No mínimo!!

4 Comments:

Blogger Coool said...

Realidade dramática! Muitas vezes penso bessa questão e questiono-me porque é que a ciência evolui tanto e parou?

Aquele abraço

06 setembro, 2006 18:18  
Blogger Coool said...

Que se passa contigo? desapareceste?

14 setembro, 2006 18:04  
Blogger Shara said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

07 outubro, 2006 11:03  
Blogger Paulo Sempre said...

hello!!!

22 outubro, 2006 23:51  

Postar um comentário

<< Home